Mais seis bairros da Região Oceânica receberão obras de drenagem e pavimentação

Serão publicados no Diário Oficial de amanhã (04/10) os editais de licitação para contratação dos projetos executivos para drenagem, infraestrutura, urbanização e pavimentação dos bairros Maravista, Serra Grande, Jacaré (Avenida Frei Orlando) e Santo Antônio, todos na Região Oceânica de Niterói. Ainda este ano também serão licitados os projetos executivos que beneficiarão o Engenho do Mato e Maralegre. Serão, aproximadamente, 435 vias contempladas, o que representa 75 quilômetros de obras.

Com investimento de aproximadamente R$ 210 milhões, as obras serão executadas com recursos da Cooperação Andina de Fomento (CAF). O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, enfatiza que a Região Oceânica é uma das áreas da cidade que mais vem recebendo investimentos da gestão municipal nos últimos anos.

A previsão é de que as intervenções sejam iniciadas no primeiro semestre de 2018. Ainda segundo Temperini, as obras acontecerão simultaneamente e serão iniciadas na seguinte ordem: Maravista, Serra Grande, Frei Orlando, Santo Antônio, Engenho do Mato e Maralegre.

O cronograma foi escolhido de acordo com as características de cada região, levando em conta a proximidade com a Lagoa e também em virtude da obra de drenagem da Avenida Professora Romanda Gonçalves. Esses novos editais vão seguir o modelo que adotamos para o projeto de urbanização do Boa Vista, em Itaipu. Será contratada a empresa para a realização do projeto executivo, que será discutido com os moradores, e depois teremos a licitação para contratação da empresa que executará a obra.

Boa Vista – Recentemente, o prefeito esteve no bairro Boa Vista, em Itaipu, para apresentar aos moradores o projeto executivo de urbanização. Treze ruas serão contempladas, o que representa mais de seis quilômetros de obras.

Rodrigo Neves ressaltou que o Boa Vista será transformado em um bairro modelo, e que os recursos para a execução da obra, na ordem de R$ 15 milhões, já estão assegurados. A obra tem previsão de início para os primeiros meses de 2018 e deve ter duração de 10 meses.

Investimentos – Em quatro anos e meio, a Região Oceânica teve o maior investimento de sua história. São mais de R$ 100 milhões só em drenagem e pavimentação, beneficiando bairros como Cafubá, Fazendinha, Bairro Peixoto,  parte de Piratininga, Camboinhas, Maravista e Maralegre. São mais de 150 ruas com obras executadas. Estão em andamento as obras da Rua Romanda Gonçalves, no Engenho do Mato, e a maior obra de macrodrenagem da Região Oceânica, que irá solucionar problemas de alagamentos que existem há décadas na Estrada Francisco da Cruz Nunes em áreas como o Trevo de Piratininga, e na região perto do motel Status. Este projeto também vai beneficiar o loteamento Santo Antônio.

ACOMPANHE AS ÚLTIMAS NOVIDADES DA TRANSOCEÂNICA

Ciclovia da Transoceânica

21/08/2018 - Incentivar o uso de bicicletas é uma tendência. Em Niterói, diversas ações já são realizadas com o intuito de estimular a cultura cicloviária na cidade. O projeto que irá implantar a ciclovia na Transoceânia, prevê um traçado exclusivo para bicicletas, com 50 quilômetros e ligará Itaipu e Itacoatiara ao Túnel Charitas-Cafubá, percorrendo a orla das lagoas de Itaipu e Piratininga, […]

Transoceânica conta com modernas luminárias de LED

21/08/2018 - A Transoceânica ganhou modernas luminárias de LED por toda a extensão. As lâmpadas são mais econômicas e tem durabilidade três vezes maior do que as lâmpadas de vapor de sódio. São 1206 novos pontos de luz na via, distribuídos pelos postes, colocados nas calçadas e no canteiro central. A modernização do parque de iluminação com as lâmpadas de LED é […]

Estações do Corredor BHS Transoceânica

21/08/2018 - As obras do corredor expresso estão em processo de conclusão. O corredor do tipo BHS liga o bairro do Engenho do Mato, na Região Oceânica, ao de Charitas, na Zona Sul, e por ele circularão ônibus elétricos. Na atual fase de obras estão sendo concluídas as adequações das calçadas, realocação dos postes e a implantação do último trecho da ciclovia. […]